#Diário De Um Estudante #1

Publicado em Atualizado em

Como todos sabem (infelizmente por claro) as aulas começaram nesta segunda-feira (já lá vai longe não é? ainda “ontem” estávamos de férias…) e bem que não me posso queixar do meu horário de 12º ano.

O nosso dia começou muito bem com biologia e um testículo… Hãm? Pois é… um vídeo brasileiro de um homem a cortar um testículo e  manuseando-o como se de um livro se tratasse. Ora o abria ora fechava, mas bem que vimos o “epidjidjimo” (epidídimo em português de Portugal). Muito bem…

Agora conhecemos o nosso novo professor de matemática que é mesmo um espetáculo. Bem que gostámos do espirito dele: “isto é a primeira aula. não vamos fazer nada. eu bem que trouxe aqui uma ficha de diagnose… “, pois bem, deixe lá a ficha de férias que nós nos entretemos com outra coisa. (Os nossos professores adoram chamar a fichas trabalhosas, compridas e infindáveis de, ora vejam bem, “passatempos”… OK…). De referir também os 5 alunos que apareceram para assistir à aula e não tinham lugar. Um sentou-se no meio de duas mesas do corredor da sala, outros queriam ir buscar o banco do corredor lá de fora e trazer para dentro, outros… enfim! Tanta hipótese e apenas um ficou, sem mesa, apenas ouvindo. É a vida!

Agora veio a bomba…: a nossa professora de psicologia. Não podemos negar que ficámos estranhos com a presença dela. Não a conhecíamos nem o seu método de trabalho e bem que alguns começaram mal por chegarmos atrasados… (HELLOOO! Nós a sair das salas mais parece o IC2 à hora de ponta!!!). Bem, revelou-se uma pessoa muito “fixe”, de uma maneira simples e sem estar aqui a relatar tudo, e com uma voz bastante boa para nos transmitir a matéria. Chama-nos abéculas…, hoje de manhã se calhar merecíamos o termo (depreciativo:pessoa desajeitada ou que se desorienta facilmente; aselha… OK…). Bem que adoramos um termo dela: “Quem foram os caramelos”. Sim, é o que pergunto todos os dias: quem foram os caramelos que puseram o nosso país assim? : resposta incerta.

Que vos posso dizer mais? Á! Recordado estou: a nossa apresentação de EdF! Todos temos a noção que estas aulas de 50 minutos não dão para nada a não ser entrar e sair da sala e ouvir o professor por trinte e cinco minutos porque os outros são gastos inicialmente em chamada ou recados ou esperando pelo computador… Bem, na nossa apresentação, tivemos que ser todos a correr, um minuto para cada um dos 26 alunos em EdF (a nossa turma tem mais mas alguns não tem EdF, fazendo apenas melhoria: turma de 21 raparigas e 8 rapazes – nem quero imaginar os balneários haha). Pois claro, eu fiz a minha apresentação – Sou o Diogo, tenho 17 anos. Sou asmático (tínhamos que indicar). Tudo se riu, claro. Tentem dizer rápido e ver o jeito que isso dá. Como se , ok, que doença… mas é mesmo uma grande doença e problemática para os que vão ter no futuro.

Claro que temos tempo para aventuras e fomos procurar ontem o “Praça Café”. Sabíamos que era na praça, pois claro, mas encontramos primeiro o “Creme Banana” (por amor de deus… quem dá este nome a um café?…

Por agora é tudo, ou melhor dizendo e ao estilo Secret Story:
“É tudo, por agora”… suas abéculas.

Uma opinião sobre “#Diário De Um Estudante #1

    #Diário De Um Estudante #2 « Olhos Castanhos Com Linhas disse:
    21 de Setembro de 2012 às 13:21

    […] perceberam pela última publicação (aqui o #1), isto sai consoante me vou lembrando até porque não quero que seja uma coisa diária até porque […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s