#Diário De Um Estudante #3

Publicado em Atualizado em

Esta semana acordámos todos ao som da chuva e do ribombar dos trovões aqui na nossa cidade. Eu, e falo por mim porque bem que posso apostar que apenas 40% da população não gosto, eu adoro o Inverno e Outono e todo este ambiente de frio, chuva e trovoada. Claro que é sempre chato andarmos com montes de roupas. Mas, com atenção, o inverno tem muitas vantagens:

  1. Podemos ir para a neve: diversão;
  2. Ficar em casa sabe ainda melhor;
  3. Dias de muita chuva e não temos aula de educação física;
  4. Ficamos doentes (não é propriamente bom, mas reparem) :
  • Podemos faltar ás aulas;
  • Ficamos o dia todo no sofá a ver filmes, séries, ler e outra coisa qualquer que apareça;
  • Até podemos faltar a testes (hahaha, eu nunca fiz isto, mas é possível de acontecer a qualquer um)

Mas bem, amanhã terei Educação Física »» atletismo «« e veremos o que o senhor da chuva tem reservado para nós (sim, não me lembro do nome, atualizo quando me der o vaipe).

Falando de atletismo bem que tenho que dizer que o nosso professor (é um espetáculo mesmo, a culpa não é dele mas sim da Educação Física que não muda), não mencionou as dores que se fariam sentir mesmo depois do dia de sábado… Pois é: andei assim sexta, sábado, domingo e segunda. Hoje foi tolerável mas bem sei que não sou o único. A minha grande amiga Rita ia a subir as escadas depois da aula e ia caindo no chão. O que fiz? Ajudei-a, mas só depois de me rir hahaha! É sempre assim.

Agora, a matemática aquilo é sempre a bombar: toneladas de exercícios todas as aulas mas bem que aquele homem (desculpe professor) é um espetáculo e todos gostamos dele. É sempre bom saber que ele está muito satisfeito com a nossa turma.

Aulas de psicologia são sempre muito maradas na medida em que nos dão mesmo volta à cabeça mas ninguém pode dizer que não gostamos da nossa professor porque gostamos. Hoje foi é altura, já era de estranhar, que o computador não funcionasse mas bem que o nosso “técnico” não fez lá grande coisa sem ser matar o rato (do computador) e o teclado posteriormente… Enfim… acontece “aos melhores” . Mas é que é mesmo!

“Então ratinho, como vai? Vai bem? Olhe, vá com Deus” – foi mesmo o exemplo dado pela nossa professora para uma das suas perguntas que leva ao nosso silêncio. (Mas ainda nos estamos a habituar :/…) .

Eu sei mesmo que tenho uma frase mesmo boa utilizada mas ficou apontada no caderno… Mas malta… atenção… isto não acaba… mas

“É tudo, por agora”.”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s