+ Ciência

Pessoas Inteligentes Comem Muito Chocolate

Publicado em Atualizado em

Se forem ao meu instagram chocolate é coisa que lá não falta, pelo que imaginem a minha alegria ao ler a notícia de que “Pessoas Inteligentes Comem Muito Chocolate”?

choco

 

Carrega na imagem para saberes mais

E vocês? Com que frequência comem chocolate? Também estão num bom caminho para o Nobel?

Doar Sangue!

Publicado em

como-doar-sangue

Boas noites,

Se existe coisa de que vos quero falar é do meu desejo de dar sangue. Sei que poderia ter um desejo diferente, não era? Mas bem, dar sangue acho que é uma coisa fantástica e se nós tivermos essa oportunidade – e com isto refiro-me a não dar o badagaio ao ver sangue -, é algo que o devemos fazer. Além do mais, residentes em Portugal, penso que viram na última semana que existem certos tipos de sangue que estão em falta (nomeadamente O- (dador universal).

Mas bem, o que eu vos quero apresentar aqui é, se estiverem interessados, (ou não), ou estiverem a elaborar um trabalho ou, simplesmente, por curiosidade, todas as informações para que vocês possa ser dadores! Até porque, e segundo este artigo: “durante o período que antecede o carnaval as doações de sangue normalmente caem até 50%.”

Penso que muitas destas quebras, para além de nos anos anteriores terem resultado do feriado e eventuais pontes, poderá ter a ver com a quebra de algumas das vantagens que os doadores de sangue tinham no passado, tal como a isenção de taxas nas consultas médicas, direito a faltar ao trabalho em alguns dias e …

Vamos começar?

Posso dar sangue?

Pode dar sangue se tiver bom estado de saúde, hábitos de vida saudáveis, peso igual ou superior a 50kg e idade compreendida entre os 18 e os 65 anos.  Para uma primeira dádiva, o limite de idade é aos 60 anos.

Não dê sangue se:

– alguma vez utilizou drogas por via endovenosa.
– teve contatos sexuais a troco de dinheiro ou drogas.
– sendo homem ou mulher, teve contatos sexuais com múltiplos(as) parceiros(as).

se foi parceiro sexual de:

– qualquer dos grupos anteriores.
– seropositivo para o Vírus de Imunodeficiência Humana – VIH.
– portador crónico do Vírus da Hepatite B e Hepatite C – VHB, VHC.

e, ainda se:

– tem história familiar de Doença de Creutzfeldt-Jakob e variante – DCJ, vDCJ.
– fez tratamento com hormona de crescimento, pituitária ou gonadotrofina de origem humana.
– fez transplante de córnea ou dura-máter;
– fez transfusão.
– tem Epilepsia, Diabetes insulino-dependente ou Hipertensão grave.

– teve parto nos últimos 6 meses; está a amamentar (adiar 3 meses após cessar o aleitamento).
– foi operado nos últimos 4 meses (6 meses caso tenha tido complicações).
– fez endoscopia nos últimos 4 meses.
– fez tatuagem ou piercing nos últimos 4 meses.
– fez tratamento dentário (por exemplo extração dentária) há menos de uma semana.
– teve um novo(a) parceiro(a) sexual nos últimos 6 meses.

Intervalo entre dádivas

Os homens podem dar sangue de 3 em 3 meses (4 vezes/ano) e as mulheres de 4 em 4 meses (3 vezes/ano) sem qualquer prejuízo para si próprios. Uma unidade de sangue total representa aproximadamente 450ml. Cada pessoa tem em circulação 5 a 6 litros de sangue, dependendo da sua superfície corporal. O sangue doado é rapidamente reposto pelo nosso organismo. Não há qualquer possibilidade de contrair doenças através da dádiva de sangue, pois todo o material utilizado é estéril e descartável e usado uma única vez.

Taxas Moderadoras

No que diz respeito aos critérios para atribuição de isenção aos Dadores de Sangue, aCircular Normativa Nº 30/2013 de 30 de setembro, da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), explicita  que os Dadores de Sangue podem beneficiar da isenção do pagamento de taxas moderadoras nas seguintes condições: se tiverem efetuado mais de 30 dádivas na vida ou se tiverem duas dádivas nos últimos 12 meses, incluindo os candidatos à dádiva impedidos temporária ou definitivamente de dar sangue desde que tenham efetuado 10 ou mais dádivas válidas.

Lê toda a informação AQUI!!!

Cartão Nacional de Dador de Sangue

CND_novo

20 Dúvidas sobre a Dádiva de Sangue

1. – Para dar sangue,« terei que fazer uma inscrição prévia?

2. – Eu já tive várias doenças no passado. Poderei ser dador de sangue?

3. – O sangue doado não me vai fazer falta?

4. – O meu tipo sanguíneo será mesmo necessário?

5. – Conseguirei ultrapassar o meu receio de dar sangue?

6. – Ainda não atingi a maioridade, Poderei dar sangue?

7. – O meu peso será suficiente para ser dador?

8. – Já dei sangue este ano. Posso repetir a dádiva?

9. É permitida a venda de sangue?

10. – Após a dádiva sentir-me-ei enfraquecido?

11. – Sei que já existem muitas pessoas que dão sangue. A minha dádiva irá fazer diferença?

12. – Onde posso dar sangue?

13. – Não tenho muito tempo livre. Quanto tempo terei de despender para dar sangue?

14. – Poderei ser recusado como dador de sangue?

15. – A dádiva de sangue é obrigatória?

16. – Se algum dia precisar de sangue, ao recorrer a um serviço privado terei acesso ao sangue que necessitar?

17. – Será que o meu sangue presta?

18. – Causa-me transtorno deslocar-me para dar sangue. Haverá outra forma de poder contribuir com a minha dádiva?

19. – Poderei dar sangue apenas quando alguém próximo de mim precisar dele?

20. – Poderei ausentar-me do meu locar de trabalho para dar sangue?

Descobre as respostas aqui

Será que vos consegui “atrair”?

Eu confesso que a única coisa que me mete confusão é a velocidade a que o sangue sai. De qualquer das maneiras pensem nisso. Não é preciso darem muitas vezes ao ano. O que interessa é que, no fim, o vosso sangue poderá vir a salvar alguém no futuro.

Todas as informações foram retiradas do site:

Espaço Dador – Instituto Português do Sangue

Relativamente à notícia que referi, podem encontrar aqui já bons resultados daquilo que foi uma sensibilização por parte dos media:

Agradecimento e Alerta

Emoticons? O Nosso Cérebro Percebe-os!

Publicado em Atualizado em

Sabem os emoticons? Estes aqui em baixo:

fireshot-capture-_8-emoticons-und-smileys-fur-skype-www_skype_com_intl_de_allfeatures_emoticons

Pois bem, esses mesmos “símbolos”  são percebidos pelo nosso cérebro. Mas o melhor mesmo será ficarem com a explicação que foi dada “cientificamente” depois de um estudo que contou com 20 participantes:

O estudo considera que o emoticon, criado nos anos 1980, passou a ser reconhecido desde então pela mesma região do cérebro activada quando um ser humano sorri, de acordo com os cientistas da Flinders University, na Austrália.

«Não há uma resposta natural neural aos emoticons que já nascem com os bebés. Antes de 1982, não havia razões pelas quais um “:-)” activasse áreas que reconhecem rostos no córtex, mas agora isso acontece porque aprendemos que isso representa uma face», declarou o cientista Owen Churches à ABC News. «É uma resposta neural inteiramente criada pela cultura. É realmente algo incrível», completou.

Para chegar a esta conclusão, o estudo considerou 20 participantes, que observaram imagens de rostos reais, emoticons e, além disso, caracteres sem sentido para controlo.

A pesquisa também mostrou que quando uma série de pontuações foi utilizada da forma contrária, como “(-:”, ou então na vertical, a resposta não foi igual. «As áreas do cérebro envolvidas no reconhecimento facial não são capazes de processar a imagem como um rosto», diz Churches.

«Os emoticons são uma nova forma de linguagem que produzimos, e para descodificá-la, produzimos um novo padrão de actividade cerebral», aponta o cientista. Isso, claro, se usar os emoticons correctamente.

Fonte

Bastante engraçado, não é?

O planeta Terra visto de Marte

Publicado em

Foi esta semana que foi revelada uma imagem tirado pelo robô Curiosity que foi enviado para Marte em 2011 e, lá aterrou em Agosto de 2012.

Parece que foi a vez de o “nosso companheiro” levar os “olhos” ao céu. O resultado está aí, uma fotografia de um ponto minúsculo mas que, sendo minúsculo ou não, faz toda a diferença.

2014-02-08190928_f7664ca7-3a1a-4b25-9f46-2056eef44c33$$72F445D4-8E31-416A-BD01-D7B980134D0F$$949C5F07-109C-4E42-9EAB-8695725B86B9$$storage_image$$pt$$1

 

 

 

A Criação das Memórias… O 1º Vídeo!

Publicado em Atualizado em

Eu sou um grande amante de psicologia e de toda a ciência em si, tal como já sabem desde o início do blog (em Agosto de 2012… onde já vai), pelo que fico mesmo feliz em partilhar com vocês uma notícia que vi no decorrer da noite de ontem. Primeiro, mostro-vos uma imagem:

6a00d8341bf67c53ef01a3fcafa16c970b-320wi

Sabem para o que estão a olhar? Pois bem, tal como referi no nome do post, é, nada mais, nada menos, que a criação de uma memória. Bastante engraçado, não é?

Eu vou traduzir a notícia que é pequenina para vocês, se quiserem podem ler a original aqui (inglês):

Pela primeira vez, cientistas capturaram o cérebro a criar memórias em tempo real

Por: Erin Ruberry

Falamos muito sobre fazer memórias para que essas durem uma vida inteira … mas como é que o cérebro realmente faz as memórias?

Investigadores de Albert Einstein College of Medicine utilizaram técnicas avançadas de imagem para visualizar a forma como o cérebro  transforma moléculas em memórias . Em pesquisas realizadas com ratos, os cientistas marcaram com “tags” (N.T.: marcadores) fluorescentes o mRNA da beta-actina (N.T.: proteínas) que são as ” moléculas envolvidas no processo de “fazer” memórias . ”

anúncio :

“Na pesquisa descrita, os pesquisadores, estimulado neurónios do hipocampo do rato, onde as memórias são feitas e armazenadas, seguiram os marcadores fluorescentes, vendo-os formar moléculas de mRNA beta-actina nos núcleos de neurónios e a viajar dentro de dendrites. Eles descobriram que o mRNA nos neurónios é regulada por meio de um novo processo descrito como “mascaramento” e “desmascaramento” (“masking” and “unmasking”), que permite que a proteína beta-actina seja sintetizada em horários e locais específicos e em quantidades específicas. “

“Soa a algo como um computador a armazenar os dados num disco rígido!” escreveu Gizmodo .

Vê o vídeo:

(Eu mantive as hiperligações que estão na notícia original, mas tenham em nota que estão em inglês)

Os marcadores fluorescentes (“os cientistas marcaram com “tags” fluorescentes o mRNA da beta-actina”) são utilizados para que os investigadores consigam seguir a proteína em estudo facilmente.

O que acharam? Interessante, não é? E ao mesmo tempo engraçado.

És fã de LEGO? E de construção?

Publicado em

Se respondeste assertivamente às perguntas que fiz então sem dúvida que vais adorar aquilo que a Google, juntamente e obviamente, a LEGO, fizeram.

Se és criativo(a) e queres dar asas à imaginação, o que achas de construíres aquilo que te vem à cabeça usando o Google Chrome? O quê? Não estás a perceber? Então lê a notícia em baixo:

Google associa-se à Lego para permitir criar construções no Chrome

O Google anunciou uma parceria com a Lego e com isso é possível construir diretamente no Google Chrome tudo o que a nossa imaginação deixar.

A parceria resultou no projeto intitulado de “Build with Chrome“, ou seja, Construa com o Chrome. Depois de acedermos ao site usando os controlos através do rato ou de um ecrã táctil é possível usarmos as peças coloridas para construirmos o que quisermos.

Por trás da razão da criação deste site está a ideia do Google de que a liberdade criativa dos Legos não deve estar limitada ao plástico.

Como não poderia faltar numa ferramenta Google, depois de termos terminado a construção podemos usar a ferramenta social para partilharmos o resultado na rede social Google +, ou então vermos o que outras pessoas fizeram.

A ferramenta foi desenvolvida em 2012, na Austrália, mas só agora é que está disponível de forma global. O site corre em WebGL, uma api de Javascritp que permite ao Chrome fazer a renderização dos gráficos 3D sem nenhuma extensão adicional.

Para experimentar basta aceder ao Build with Chrome e depois efetuar o login com a sua conta Google. Para saber como trabalhar com o site pode ir seguindo as instruções que existem.

(fonte)

O que acharam da ideia? Pois bem, eu tenho a dizer-vos que, para além de ter adorado já ando a experimentar 😀 Depois dar-vos-ei a minha opinião completa 😀

Mas vá, experimentem lá!

#PlanetEarthIsYou – Um Vídeo Que Todo o Ser Humano Deveria Ver

Publicado em

Listen to me, please. You’re like me, a homo sapiens, a wise human. Life, a

miracle in the universe, appeared around 4 billion years ago. And we humans

only 200,000 years ago. Yet we have succeeded in disrupting the balance so

essential to life. Listen carefully to this extraordinary story, which is yours, and

decide what you want to do with it.

Se existe coisa por qual gosto de falar e ver é sobre o sítio onde tu estás neste momento. Não, não é um sítio, é mais que isso. E não, não é a tua casa, mas é onde ela está assente. Pergunto-me se já pensaste onde estás. A sério! Já pensaste verdadeiramente onde estás ou é completamente irrelevante?

Nos dias de hoje, se há coisa que não vemos é falar sobre o planeta que nos acolhe e em que tivemos a sorte de nos “acolher”. E o que é que fazemos com ele? Qual o agradecimento que damos à nossa verdadeira” casa”? Eu sei a resposta: é destruição, É destruição, guerras, poluição, desrespeito pela vida florestal e animal e, tudo isto, para satisfazer os caprichos daquele que é o ser mais inteligente à superfície da Terra: o ser-humano. Pois bem, muito sinceramente, de inteligência não temos nada quando caminhamos sobre “a nossa casa” como “baratas tontas”, destruindo tudo aquilo que nos é dado e sem dar valor a elas.

Aqui está um vídeo que vi (obrigado Facebook por existires e conseguires espalhar a palavra), e que todos nós deveríamos ver e pensar realmente. Eu sei que, nestes casos, palavras não fazem nada, mas sim as ações, e uma delas é começar por tomar consciência daquilo que “estamos” a fazer, à nossa casa, Ao nosso planeta. Ao Planeta Terra:

 

O documentário HOME que todos nós deveríamos ver:

Listen to me, please. You’re like me, a homo sapiens, a wise human. Life, a
miracle in the universe, appeared around 4 billion years ago. And we humans
only 200,000 years ago. Yet we have succeeded in disrupting the balance so
essential to life. Listen carefully to this extraordinary story, which is yours, and
decide what you want to do with it.

“Eu Quero Viver”

Publicado em Atualizado em

É mesmo isso que este vídeo, esta curta retrata e de uma maneira fantástica. Eu confesso que já o vi mais de quatro vezes pela força que tem todo o vídeo naquilo que é um final fantástico.

A atriz é possível que a conheçam, atualmente participa na série The Following.

Mas vejam o vídeo e pensem vocês no significado que tem…

kara

Podem ver como foi feito:

kara1

Vida Extraterrestre–As notícias do dia

Publicado em Atualizado em

Hoje foi um dia em que me deparei rapidamente com duas notícias… Quer animadoras e curiosas, outra quer um bocado triste… Mas bem, passemos diretamente às notícias.

Vamos viajar até Marte onde sabemos andar no Curiosity, o “nosso” robô. Pois bem, não foi encontrado metano. E o que isto quer dizer?:“A presença de metano na atmosfera de um planeta está intimamente associada com a existência de seres vivos num ecossistema, apesar de o gás também poder existir sem a presença de vida. Contudo, a sua inexistência é sempre mau sinal.” Vejam a notícia dos site Tecnologia.com.pt

Curiosity não detecta metano em Marte e expetativas de vida no planeta caem a pique

20 DE SETEMBRO DE 2013 POR MARIA FERREIRA SANTOS

(Quase) cai por terra a possibilidade de existir vida em Marte. As últimas análises realizadas no planeta pelo rover Curiosity surpreenderam os cientistas da NASA, tendo em conta que não foi encontrado metano na atmosfera do “planeta vermelho”. Isto apesar de testes anteriores terem demonstrado a presença do gás.

A presença de metano na atmosfera de um planeta está intimamente associada com a existência de seres vivos num ecossistema, apesar de o gás também poder existir sem a presença de vida. Contudo, a sua inexistência é sempre mau sinal. Os testes estavam a ser ansiosamente acompanhados pela comunidade científica, que ficou seriamente desanimada com os resultados.

Michael Mayers, um dos coordenadores da missão, disse que os resultados do Curiosity “reduzem a probabilidade de haver atualmente micróbios que produzam metano no planeta, mas isso abrange apenas um tipo de metabolismo microbiano. Como sabemos, há muitos tipos de micro-organismos terrestres que não geram metano“.

Continua a ler a notícia

Agora voltaremos ao planeta azul, a Terra. Vejam bem o que foi “encontrado”… Eu confesso que fiquei bastante estupefato, mas é algo que acredito que muita tinta ainda vai correr…

Notícia do Diário Digital

Cientistas dizem ter descoberto provas de vida extra-terrestre na atmosfera

Cientistas dizem ter descoberto provas de vida extra-terrestre na atmosfera

Uma equipa de cientistas acredita ter descoberto as primeiras provas de vida extra-terrestre a chegar à terra vinda do Espaço, o que, afirmam, pode «mudar completamente a nossa visão da biologia e da evolução».

Os investigadores da Universidade de Sheffield, em Inglaterra, fizeram a descoberta após terem lançado um balão para a estratosfera.

O balão foi lançado perto de Chester e transportava pinos microscópicos que apenas foram expostos à atmosfera quando o balão atingiu uma altitude entre os 22 e os 27 quilómetros.

Quando recuperaram o balão, intacto, perto de Wakefield, os cientistas descobriram fragmentos de material biológico invulgar devido ao seu tamanho.

Leia o resto deste artigo »

+Ciência : “O asteroide #Apophis pode destruir satélites em 2029”

Publicado em Atualizado em

Esta é uma notícia que vem dar seguimento às que tenho colocado no decorrer desta semana. Contudo, à medida que os dias avançam, os dados vão sendo diferentes e mais precisos, mais concretos. Desta vez, a informação é que o asteroide poderá eventualmente destruir alguns satélites, o que é bastante mau pois podem perder-se comunicações durante o tempo de reposição de dados e tudo o mais.

Leiam a notícia e vejam o que se sabe e o que os Russos estão já prontos a fazer no caso de existir previsões de embate no nosso planeta, depois de 2029 Smiley piscando A notícia é de um site PT-BR!

O asteroide Apophis pode destruir satélites em 2029

Segundo pesquisa da Agência Espacial Europeia, o asteroide ficará tão próximo da Terra que irá destruir satélites em órbita

Entre os dias 9 e 10 de janeiro, o asteroide Apophis estará relativamente próximo da Terra, a cerca de 14,5 milhões de km de distância de nosso planeta. Mas na próxima vez que ele nos fizer uma visita, em abril de 2029, há grandes chances de que o encontro não seja pacífico. Um estudo da Agência Espacial Europeia (ESA) aponta que o Apophis chegará tão próximo da Terra que poderá destruir alguns satélites em órbita.

O Apophis tem um diâmetro de 325 metros, 20% a mais de diâmetro do que a Nasa estimava. Isso significa que sua massa também é maior, aumentando cerca de 75%.

Se, por acaso, o asteroide atingir a Terra, estima-se que seu impacto será de 880 megatons. Embora não seja o suficiente para exterminar completamente a vida no planeta, estima-se que a colisão, equivalente à bomba atômica mais poderosa já produzida, possa alterar o clima do planeta por alguns anos.

Em 2029

Cientistas afirmam que Apophis não vai atingir a Terra em nosso próximo encontro, mas ele estará muito próximo, a 36 mil km de distância. Essa é uma medida menor do que a órbita de muitos de nossos satélites, o que significa que algum deles podem ser atingidos.

E depois de 2029?

O próximo encontro com Apophis depois dessa data será em 2036 e estima-se que ele tenha uma chance em 250 mil de nos acertar. São números muito baixos, mas, mesmo assim, é uma chance maior do que a que temos de ser atingidos por um raio ao sair na rua. Para garantir, cientistas russos já estão fazendo planos para alterar a rota de Apophis.

Sugestão: vale conferir este vídeo de Neil DeGrasse comentando como seria se Apophis atingisse o planeta – especificamente, a Califórnia.

Fonte