educação

Plano Nacional de Cinema

Publicado em Atualizado em

Fiquei bastante surpreendido quando vi este quadro aqui no jornal de leiria. Ora vejam.

image

image

Claro que fiquei com inveja por uns irem ver a noiva cadáver, eduardo mãos de tesoura ou a intenção de Hugo. Nós, do 12 ano ficamos com uns um bocado estranhos se bem que temos dois até com um nome apelativo.
E vocês? Que acharam? Já sabiam?

Opino #1– Educação

Publicado em Atualizado em

Bem, todos nós temos este direito, não é verdade?

Este é relativo á educação do meu ponto de vista. Do ponto de vista de um estudante.

Para aqueles que não sabem ser estudante até é difícil, cansativo e onde existe muito stress. Por isso acho que ninguém a não sermos nós, estudantes, a opinar sobre o assunto! Tudo bem que os nossos pais se preocupam, os avós preocupam, os chineses se preocupam, o papa se preocupa…. e por ai fora. O que quero dizer é que nós é que sambemos o que é ser um estudante e lidar com todas estas coisas. Não gosto de todo que seja o representante dos país ou o ministro da educação falar de assuntos em que não é ele que está presente diretamente. Não é ele que estuda e se esforça. Não é ele que passa as férias a pensar que não pode descansar porque tem que passar ás provas para ter pelo menos um bom futuro. Não é ele de longe que realiza as provas ou conhece os professores que cada aluno tem bem como os seus métodos de trabalho.

Infelizmente no nosso país, o governo não nos ouve, ouve os jovens. Ninguém quer saber do que os estudantes acham. O ministério da educação (ME) pouco mais faz. Apenas ouve as opiniões dos professores e pais e já por meio de zaragatas, de manifestações e da deslocação de todos os meios de comunicação para fazer barulho. Mas onde isso resulta? Eu vejo tudo na mesma.

Podemos ver isso nos Exames Nacionais que aconteceram no presente ano. São notas que o ME tem vergonha. Pois claro, até porque até nos temos. E porque é que temos? Eu sei: ninguém ouve os estudantes. Nos apenas servimos como números de referência em que conta médias e mais médias para entrar na universidade e construir os nossos sonhos.

Sonhos… eu acho que já ninguém sabe o que isso é. Foram destruídos pelo facto de ninguém se preocupar com nada e simplesmente aceitar o que o governo diz…, o que o ME diz! Mas vejam bem: foi por tanto confiarmos no nosso governo que o nosso país assim está.

Eu apesar de tudo continuo a amar o meu país e não o trocaria. Mas adoro-o porque há pessoas que ainda tentam mudar isso. Mesmo que não consigam, tentam. Tentar é já um esforço e isso merece aplauso e que se calem pessoas que só sabem dizer mal. Porque aposto que essas simplesmente nada fizeram ou nada disseram.

Senhor primeiro – ministro, senhor ministro da educação e membros do GAVE: aprendam a educar bem os estudantes. E bem não é coisas mais difíceis. Claro que na vida nada é fácil, mas se tivermos preparação todos esses obstáculos são afastados e conseguimos e com orgulho passar a estafeta ao nosso outro colega. Não acham que foi gozar com os estudantes neste ano terminado? Depois de tanto stress e nervosismos ao longo do ano, criar um conjunto de exames que não tem nada a ver com o que nos é dado na aula? Não acham que poderia investir primeiro ai? Não acham que Portugal poderia brilhar se tomassem primeiro decisões de cabeça? Aprendam a cuidar o problema pela raiz e não comecem pelas folhas se nem o tronco já é rígido.

E qual é a vossa opinião?

Expressem-se!