Férias

Visita ao Porto, Voluntariado, Color Run, Disney e Pipocas

Publicado em Atualizado em

Diário de um #Universitário (17 a 24 de Outubro)

Sexta-feira, 17 de Outubro de 2014

Acho que este foi o melhor dia do mês. A sério malta.

Como sabem, às sextas-feiras não tenho aulas da parte da manhã o que é fantástico! Fantástico porquê? Porque no dia de ontem (16) saí, a um Arraial. É certo que não cheguei muito tarde, tendo em conta que tinha a viagem para o Porto às 16h…

A manhã passou bem. Andei basicamente de um lado para o outro a arrumar as coisas que eram essenciais ir para a minha mini-estadia na cidade do Porto. Passou rápida a manhã, apesar da ansiedade começar a aparecer… e porquê? A resposta é bastante simples: pelo voluntariado que iríamos fazer às 14h na cidade de Leiria. Que iniciativa foi esta? Pois bem, foi assinalado este dia como o dia internacional contra a pobreza e em todos os distritos de Portugal, os voluntários andaram ora a distribuir panfletos em lugares estratégicos da cidade, ora com setas vermelhas com a palavra POBREZA destacada. Eu fiquei com as setas e devo dizer-vos que adorei a ideia. As setas estavam a apontar para lugares aleatórios, simbolizando o facto de que a pobreza está presente em todo o lado e que, na maior parte das vezes, não a vemos.

Foi uma hora de ação voluntária. Eu, apesar de ter já expressado a minha vontade em fazer voluntariado, foi a primeira vez que tive mesmo a oportunidade de o fazer e devo dizer-vos que adorei! Foi fantástico e, das melhores coisas é ver a reacção positiva das pessoas. Os seus sorrisos, ou então um polegar levantado mostrando contentamento. Também houve quem parasse para nos perguntar e elogiar a iniciativa. Enfim… coisas que nos dão vontade de lutar e ajudar sempre que possível.

2014-10-17 14.48.07

Tudo isto acabou perto das 15h10, pelo que peguei na minha mochila super pesada com a roupa e alguma comida para a viagem (porque eu sou uma pessoa bastante esfomeada e até acho estranho a minha namorada não ter feito nenhuma entrada aqui no blog sobre isso mesmo…) que iria fazer a seguir.

Encontrei montes de gente há espera dos autocarros, sendo que muitas eram da minha turma que, apenas estudando em Leiria, iriam de fim de semana a casa. A espera assim não foi tão dolorosa, se bem que outro nervosismo começava a aparecer, o de sair de Leiria e fazer uma viagem já há muito programada, e que marcava o reencontro entre dois amigos! (e digo isto porque eu dou muito valor aos meus amigos! Eles sabem nos Agradecimentos dos meus livros 😛 )

A viagem lá aconteceu e bem que eu li, comi, mandei SMS´s, mas o relógio teimava em não andar.

Finalmente cheguei ao Porto! Onde tanto a cidade e o meu amigo (Ricardo) me esperavam.

O resto da tarde passou-se bem, tirando a chuva que caia abruptamente e sem cessar durante o caminho para casa dele. Logo aí nesse trajeto até ao metro tive direito a guia particular em que me ia explicando os diversos pontos da cidade.

Ai chuva…não podias ter arranjando outra hora?

Sábado, 18 de Outubro de 2014

A manhã começou com muita alegria apesar da chuva não ter parado de cair do céu. Saímos de casa cedo para aproveitar bem o dia. Andamos de metro (que na minha opinião e da minha belíssima namorada se devia chamar tudo menos isso, é que ele raramente para no subsolo). Lá ele me ensinou a “trabalhar” com o Andante e seguimos viagem!

Na manhã fomos até ao estádio do dragão. Aparentemente, nesse dia, haveria jogo. Seguimos caminho para o Dolce Vita que lá ficava perto. Almoçamos lá um belo BIG KING XXL e seguimos pelo shopping que está com uma exposição dos animais da era glacial. Foi nessa altura que o sol apareceu pelo que seguimos a nossa viagem até à ponte D.Luis onde me fartei, não só de tirar fotografias, mas também a desligar-me de tudo e observar o que estava em me redor. É sem dúvida uma vista fantástica e que espero ansiosamente por repetir. É lindíssima aquela zona do Porto. Os turistas também são bastantes, acreditem, e o tempo só ajudou. Seguimos até à Serra do Pilar que via lá acontecer um casamento no mosteiro. Mais fotos foram tiradas daquela vista panorâmica que tínhamos. É belíssimo.

Queres ver as fotos das paisagens e da exposição? Carrega em ler mais 😀

Leia o resto deste artigo »

“Choque Térmico” – Férias (Parte 1)

Publicado em

DSC00077

Eu sempre me lembro de vir para o Algarve e, mesmo a água do mar não estando propriamente quente, eu entrava nela a correr. Este ano, cá para o sul, o tempo não é como os anos passados. Está muito mais ventoso. Contudo, a temperatura está agradável e, hoje, com os 32º graus que cá estão, o que apetece mesmo é ir a correr para o mar translúcido…


DSC00093

DSC00102

Olhem, eu bem que tentei fazer isso! Eu juro que vos tentei, e consegui até a água me bater pelos joelhos, altura em que deixei de sentir os meus pés, e por fim, as pernas. O que se seguiu tanto para mim como para o grupo que me acompanha nas férias, é dar um mergulho rápido. Claro que nesse mergulho parece que levamos uma anestesia geral porque sentir os nossos braços também se torna num desafio e fico estupefacto como é que ainda conseguia dar ordens aos braços e pernas para me tirarem daquela autentica arca congeladora.

A verdade é que quando de lá saímos sabe muito bem recebermos os raios deste sol quente de verão. Pode demorar a sentir-mos novamente o nosso corpo, é um facto, mas sabe mesmo bem. E, para descansar os que cá vêm passar férias, durante a tarde a água está bem mais quente.

 

2014: Como Começar o Ano da Melhor (ou Pior) Maneira

Publicado em Atualizado em

Ora vejamos… deixem-me ver o calendário… AH POIS! Ora hoje passam já 19 dias desde o início do ano e, agitação na minha vida é coisa que, nem sei se bom ou mau,não  me falta. Por onde deverei começar???

Pelo princípio, não é melhor? Então venham daí comigo que eu tenho coisas para vos contar com o intuito de vos alertar para os cuidados que devem ter.

1º – Alguns sabem, outros não, mas este ano fiquei a repetir matemática. É mesmo verdade! Confesso que foi algo que me custou a entrar de início. Mas a verdade é que na vida existe sempre uma primeira vez para tudo e quando temos todos a dizer-nos(me) – porque não fiquei sozinho – é que somos muitos novos e “perder” um ano não é nada. E a verdade é mesmo essa! Por isso aqui fica o meu conselho. Quer seja em que ano for! Se não conseguirem à primeira, não se preocupem. Descansem e mentalizem-se para o trabalho que terão que fazer para que essa “perda” valha a pena. Eu, por exemplo. Nunca pensei vir a dizer que estaria contente por não ter seguido para a Universidade este ano. Para já, estou a melhorar a Matemática, o que é ótimo para me ajudar no exame (porque esse é que é o verdadeiro drama de todo o estudante à face da Terra) e aproveitei para fazer melhoria de Biologia. E sem dúvida que resulta mesmo numa melhoria. Eu até acho que conseguimos melhorar pelo facto de a nossa mentalidade ser outra e pelo nosso universo já se ter começado a alargar com o ano anterior.

2º – Passagem de ano! Um perigo. E porquê? Pois bem, se houve coisa que não tenho então este ano é educação física pelo que a minha única atividade se resume a uns 5 ou mais km semanalmente a andar ora de casa para a escola ou para Leiria ou … e, as corridas noturnas de quarta-feira.  Pois… quartas-feiras….. Isso faz-me fazer aqui um ponto de “agradecimento”:

2.1 – Obrigadíssimo senhor S.Pedro por ainda não teres dado uma única quarta-feira de descanso. É assim, eu adoro chuva, e a única coisa que peço é que chova segunda, terça, quinta e sexta. Não queres tirar folgas às 4ªs? Os leirienses ficariam agradecidos!

charge_sao_pedro_encanador

Onde ia eu?

Ah!!!

2º (Cont.) – Por estas razões e mais mil e quinhentas é que é preciso ter cuidado na passagem de ano, com os doces e afins quando depois não temos onde abater as nossas calorias! 😉

3º – A minha aventura a instalar o W8.1! Pois bem, eu ao contrário de metade do planeta, considero o W8 dos melhores sistemas operativos por, para além da notável rapidez!, separar o lazer do trabalho. Eu como tal quis experimentar e mal eu sabia que me ia meter nas maiores aventuras tecnológicas da minha vida ao não conseguir ativar o sistema. Só depois no dia seguinte com mais cabeça e com ajuda do meu eterno amigo, lá conseguirmos…

3.1 – Tudo o que leram na parte final é falso porque mais dias de festa vieram bater-me à porta mesmo quando eu me preparava para trabalhar num dos meus projetos – as aplicações não funcionavam e o PC começou a alertar-me para isso. Além disso, se dias antes tinha conseguido ver as minhas séries por HDMI, quando o quis ligar à TV as drivers simplesmente tinham…. a…. como ei de dizer… “desaparecido”???

(8º – Agora está tudo bem! Voltei ao W7 pelos discos da Toshiba 😀 , eu também só queria experimentar o 8…)

4º – As coisas no meu telemóvel também tiveram os seus bons momentos. Eu tentei instalar uma ROM, ou seja, de uma forma simplificada, substituir o que a fabricante me dá por algo que, apesar de baseado no original, tem as suas alterações. Pois bem, eu, com tanta confusão e nem sei como, fiquei com o telemóvel a ligar e desligar e ligar e desligar novamente. Isto foi algo que me deu um susto enorme! Soubessem vocês os 10 minutos de aflição que eu tive!

4.1) Isso aconteceu nos finais de Novembro pelo que agora já está tudo mais que bem, se bem que de ontem para hoje já mudei 2 vezes! Enfim… vai-se lá perceber os meus desejos em ROM´s!

5º) Eu, desde o mês de Agosto que tenho tido problemas em receber SMS´s. Não é sempre. Uma ou duas vezes por dias perco o seguimento da conversa. Ou seja, isto para além de ser bastante irritante para as pessoas também é para mim. Mas pronto! O meu próximo livro será um drama e com diversas sequelas: “Diogo e o Drama das SMS´s”.

6º) As aulas de Matemática são fantásticas e se há coisa que adoro é a nossa professora. O único problema é, como sempre costume do Liceu, atraso no programa. Eu já nem sei de quem é a culpa, mas pronto, lá vamos indo.

7º) Ontem foi o dia de, depois do ponto 8 e 4.1, de os meus relógios do PC e telemóvel marcarem o horário dos Açores, ou seja, 1 hora a menos. E, que problemas causou tudo isto? Eu ontem ia sair às 22H! E, graças a Deus que enviei uma SMS a perguntar se me poderiam dar boleia para casa. Pois bem, aqui fica uma reprodução quase exata da conversa:

Eu: "Podes trazer-me depois a casa?"
Ela: "Sum"
Ela: "Estou a estanbionar"
Eu: " Obrigado!
Eu: Mas que horas são?

Aí, nessa troca de mensagens, me levantei da frente do computador e rapidamente segui para ir para Leiria onde ainda consegui chegar a tempo.

Enfim… Que mais coisas há???

Muitas…. Querem saber? Fiquem atentos :p

Algo #Festivo–# Natal (19 Dias)– Leiria Iluminada (Fotos) Parte #2

Publicado em Atualizado em

Olá, tal como vos prometi neste post » Algo #Festivo–# Natal (23 Dias)– Leiria Iluminada (Fotos), deixo-vos aqui algumas fotos que tirei. Como era de noite e existia movimento no que toca a luzes (carros e pessoas, até porque era quarta-feira e, existem as tradicionais corridas noturnas) existia alguma dificuldade na focagem.

Cá ficam então:

2013-12-04 21.25.10

2013-12-04 21.25.39   2013-12-04 22.48.02

As Minhas Férias – 2013

Publicado em Atualizado em

Olá olá!

Sei que este verão não vos mantive muito atualizado naquilo que foi o tema de abertura do blog já no ano passado.

Começaremos com o terminar da primeira fase dos exames nacionais e a minha partida no dia a seguir para Tavira, tal como no ano passado vost inha falado

1

Confesso que me soube bastante bem estas férias depois de meses de estudo para aquilo que andamos a trabalhar por três anos, e Tavira é o lugar ideal especialmente quando vamos com amigos.

Capturar2

Todos estes locais recomendo que visitem pela sua tranquilidade e beleza. Foi uma ótima semana e com praias fantásticas. Aqui estão algumas fotos:

insta

Foi bastante bom. Ótimos locais para ler, tirar fotografias (especialmente aqui o viciado em fotos) e rir e conversas nas longas horas de almoço que tínhamos, em que chegámos à conclusão que passávamos mais tempo nos restaurantes que propriamente na praia.

Capturar3

Agora, recuaremos no tempo… Iremos nós para o mês passado de quem já guardo grandes saudades pelas aventuras das saídas à noite que tivemos…

Leia o resto deste artigo »

#Londres – Dia 4 – Tower of London, St. Paul´s Cathedral & Natural History Museum

Publicado em Atualizado em

Olá olá a todos!

2013-04-25 21.10.13Vou começar primeiro para vos lembrar dos dias atarefados que tivemos e deveras cansativos! Não acreditam? Pois bem: olhem que neste dia eu, o meu pai, tio, irmão e madrinha e mãe subimos o equivalente a 15 andares. Com mais de 190 degraus… E isto em vez de irmos pelos elevadores – inteligente, não? Enfim, é o amor ao esforço e desporto que nos temos, é que já não bastava termos passado os dias a subir e descer escadas por baixo da cidade londrina.

Neste dia estava mais frio que nos outros, se bem que fomos mais uma vez ao Starbucks onde um chocolate quente me deu novo calor…

2013-04-27 11.10.09

Aí estou eu, cansado e pronto a beber o chocolate quente num dos diversos, se não milhares, de Starbucks que encontram na cidade – coisa maravilhosa é que todos eles têm wi-fi grátis. Já vira??? (um aspeto que vou abordar na reflexão final da viagem).

Sairemos agora do café e encaremos a paisagem fantástica da ponte de Londres e arredores:

DSC06753DSC06766DSC06770DSC06772DSC06773

DSC06801

Leia o resto deste artigo »

#Londres – Dia 3 – Big Ben, London Eye, M&M´S World, Joan Collins & Madame Tussauds

Publicado em Atualizado em

Olá a todos!

Lembram-se de Londres, o dia 2? Pois bem, foi o dia em que começamos a nossa visita de Londres, fomos aos estúdios do Harry Potter, percorremos quilómetros para encontrar um restaurante que, no final das contas, estava mesmo no outro lada da esquina, e vimos, no Picadilly, nada mais nada menos que o ator Johnny Deep.

Claro que depois disto tudo vos tive que contar (claro que eu agora já estou em Portugal e com muitas saudades das ruas e ambientes londrinos).

Mas vejam como era a minha manhã quando vos atualizei do Dia 2!

IMG_8110

(SIIIMM, eu sei que a rapariga estava a olhar para mim… Smiley sarcástico ).

Bem, começamos mesmo por ir apanhar novamente o metro (andamos muito suburbanos ) sendo que, a nossa primeira paragem foi perto de Picadilly para irmos visitar a loja dos famosos M&M´s, e deixem que vos digam, quando se entra, sair torna-se numa tarefa difícil se não mesmo impossível.

DSC06408

Quando entramos respiramos chocolates de diferentes sabores, como se estivessem a fazer os famosos M&M´s no momento. É um lugar enorme, com quatro pisos e seção para cada cor eles têm com estátuas, t-shirts e … carrada de coisas para comprarem. Digo-vos, se lá forem, não se esqueçam da carteira em casa! Ora vejam algumas fotos:

DSC06361DSC06371DSC06369DSC06376DSC06384DSC06387

Leia o resto deste artigo »

#Londres – Dia 2 – Warner Bros Studio Tour The Making of Harry Potter e Johnny Deep

Publicado em Atualizado em

image

Cá está como prometido, a visita aos estúdios que foi maravilhosa.
A nossa ida para lá foi algo que se fez por metro e comboio que, só por acaso, perdemos por o meu pai w tio terem ido à casa de banho.
Todo o edifício está muito bem aproveitado daquilo que era e, quando entramos, vemos um pequeno local de refeições, um Starbucks, a loja com coisas fantásticas, e, claro, a entrada que tem a célebre frase da escritora : “Nenhuma história vive a não ser que exista alguém para a ouvir. ”
No começo vamos para uma sala onde os protagonistas falam connosco e, depois, a tela sobe e ficamos em frente da entrada para o grande salão onde vos confesso que fui preenchido por uma sensação de alegria e euforia incapaz de explicar. Para quem fazia anos, eles deixavam abrir a porta (por isso se lá forem e quando perguntarem digam que fazem anos 😛 ).

image

Todo o percurso é fantástico, passando pelo salão, local de efeitos especiais onde tiramos uma fotografia do nosso grupo de 10 no carro voador, nas vassouras também. Vemos os vários locais, roupas, adereços, o ministério da magia, e a rua dos Wesley. Adorei ver diversas coisas. Mas a rua foi algo de outro mundo bem como o castelo de Hogwarts. É algo que…. Eu sendo fanboy fiquei sem palavras e sem vontade de deixar aquilo para trás!
Mas, como não podia deixar de ser, provamos a deliciosa cerveja de manteiga. Aquilo erA mesmo saboroso e doce. Dá vontade de roubar a receita. Eu cá trazia era um barril!!!

A loja é fantástica! Mas ao mesmo tempo muito cara bem como as fotografias. Se forem e quiserem boas recordações levem dinheiro. Alguns 100 no caso de ir a família toda. É um conselho!

A noite foi bastante boa depois de virmos repousar ao hotel onde nos alojamos: o Westpoint.
Queríamos ir almoçar ao Hard Rock mas a tarefa tornou-se difícil com a hora e meia que tínhamos que esperar.
Por isso mesmo acabamos por tentar a sorte ao irmos ter a um restaurante pela aplicação trapadviser mas o que era simples acabou por ser algo difícil onde acabamos por ir jantar ao Mcdonalds. Algo que tenho a comentar é os Mcdonalds de cá que são um bocado piores do que os de cá. Hambúrgueres devem ter uns 6 enquanto nós se for preciso temos o dobro. Pedi um gelado com a vontade que tinha, um de m&m’s mas o homem esqueceu-se de o misturar na máquina. Eu bem sei que o ser humano é a melhor máquina mas por amor de Deus, eu a misturar o gelado ficou a coisa mais desproporcional que vocês podem imaginar.

image

No final da noite é que tudo de tornou ofuscante com aquela cidade fantástica que, sem mais nem menos vemos um fotógrafo a passar com um homem agarrado a mulheres e mais uns seguranças. Olhamos todos uns para os outros e pensamos todos o mesmo : AQUELE É O JOHNNY DEEP!!. Depois de ele ter saído do metro depois de ter entrado a minha tia apareceu e : então mas o Johnny Deep está ali e vamos para o metro?  Toca a ir a correr atravessar a rua e se não fossem os seguranças a gritar  “Johnny now now now ” tínhamos conseguidos tirar uma fotografia com ele como outros fizeram. Contudo, ele ainda se despediu pedindo desculpa a um fã e desapareceu dentro de um táxi…

#Londres – Dia 1 E 2

Publicado em Atualizado em

Olá olá, bem sei que ja vou no terceiro dia da viagem mas deixem contar como foi o dia de ontem é o de quarta.

Quarta-feira foi bastante cansativa a nossa visita ao aeroporto de Lisboa que tem tantos pontos de controlo ou mais que o aeroporto do Porto. Se me perguntarem os quilômetros que andamos lá dentro em passadeiras e o número de vezes que mostramos o cartão de cidadão então adeus porque só nos víamos para a semana.

image

Das únicas coisas más que tivemos foi o facto de os aviões da TAP terem lugares marcados pelo que ficamos todos separados. O jantar foi fantástico e se forem viajar vão com a TAP porque não se vão arrepender. De qq das maneiras o verdadeiro problema veio com a descida que sabem, nos costuma fazer doer os ouvidos? Pois bem, desta vez os ouvidos foram poupados e doeu antes a cabeça e pescoço. Tal nunca me tinha acontecido. Foi mesmo horrível.

Fora disso, chegamos a Londres depois de termos que esperar 10 minutos no ar decido ao tráfico aéreo que estava àquela hora.  Fomos recebidos no aeroporto com um homem com uma placa à com o nome do meu pai e lá nos trouxeram para o hotel. Se fomos jantar depois? Bem… Era meia-noite quando entramos no burger king e com muita sorte porque aqui fecha tudo muito cedo.

image

Dia 2:
Lavar as mãos no nosso lavatório do tamanho de uma mão é uma tarefa penosa em que mais vale tomar banho que lavar a cara.
Tivemos sorte de aqui no hotel nos mudarem de quarto por sermos 4 e bem que hoje lá se dormir. Pena foi o calor.
Portugueses é coisa que aqui não falta. No hotel são dois e foi nesta troca de quartos que:
– Are you from Portugal?
-Yes.
– Eu também.
Existe ainda outro e outro na loja Adidas da Oxford Street .
Como tal, ontem foi dia de começamos a ir a Oxford street depois de percorrermos o extenso  Hyde park e bem que lá chegamos de muitas de muitas fotos e muitas aspirações com a beleza desta zona de Londres.

image

Autocarros é coisa que, nesta cidade, se vêem aos momentos e para quem diz que os britânicos são antipáticos que tirem o cavalinho da chuva porque isso é uma grande mentira.

A parte da tarde fomos para os estúdios  da Warner Bros para vermos o making of Harry Potter depois de andarmos a explorar o underground londrino pelos metros e comboios que apanhamos sempre a hora certa para, no fim, desfrutamos de uma entrada fantástica no mundo mágico de Harry Potter em que, tenho que confessar , tive dificuldade em manter as lágrimas por ver aquilo que foram 10 anos da minha vida à minha frente.

image

Malta, como isto está a ficar muito grande e estou no smartphone pelo que peço desculpa eventuais erros, amanhã publico as continuações 🙂

#Viagem a #Londres – stress, malas, horários e confusões!

Publicado em Atualizado em

Bem, tirei este tempinho para vos falar de todo este dia que tem sido ansiado por todos nós para sairmos de Portugal e espairecer um bocadinho.
Neste momento posso dizer-vos que já subi ao meu quarto umas quatro vezes :algo que com este calor que temos tido em Leiria se resulta numa tarefa penosa.

image

As malas já estão feitas claro, mas existe sempre coisas a acrescentar como óculos de sol, carregadores, livros (sim, eu vou levar o livro de psicologia para estudar no avião!! ) o que interessa nisso tudo é que andamos a correr feitos doidos, já como dizia o Jerónimo de Sousa: “parece uma barata tonta “. Isto tudo porque temos que estar prontos às 15H e o stress e ansiedade tomam conta sempre da situação o que se torna difícil voltarmos a ter as rédeas.

Amanhã tentarei colocar aqui mais novidades ajudando aqueles que querem ou gostava de ir a Londres 🙂 posso dizer já que amanhã a nossa tarde sera passada na WarnerBros Studio Tour : the making of Harry Potter 🙂