Vídeos

“Beep beep boop”

Publicado em Atualizado em

Beep beep boop é aquilo que o WordPress apresenta antes de adicionarmos um novo post. Estava eu então a olhar para o … para o beep beep boop, a tentar saber do que iria falar com vocês hoje, nesta noite chuvosa de domingo…

Domingo…

É mesmo isso! Hoje é domingo, o que quer dizer que a segunda-feira está a horas de entrar pelas nossas vidas. Estou eu tão bem, sentado no sofá, com headphones nos ouvidos (mesmo não estando a tocar nada) e a espreitar por cima do monitor as coisas que dão na nossa TV portuguesa. Neste momento estou sintonizado na RTP, a ver o The Voice Kids. Aos fins-de-semana estou sempre reservado para o estudo e séries (não necessariamente nesta ordem), sendo que, às noites de domingo, mantenho o meu tempo reservado para escrever, que é coisa que não me apetece neste momento.

Sendo assim, perco passo tempo no Facebook ou Twitter, onde soube que os livros fantásticos da Cassandra Clare, passaram do cinema para a TV, o que é fantástico. Eu, pessoalmente, prefiro livros adaptados a séries do que a filmes, mas, por alguma razão, a grande fixação é sempre o grande ecrã. Compreendo sempre que o dinheiro que se gere é maior e o território alcançado também, mas, tendo em conta que os livros são sempre muito profundos, não é melhor ter em vista uma série de televisão?

Falando em filmes e tudo o mais… aproveitando a promoção da Promofans de cinema a 2€, fui na sexta-feira ver o filme português: Os Gatos Não Têm Vertigens.  Fui eu e mais um punhado de gente e, devo dizer-vos que gostamos bastante da história. O elenco está muito bem escolhido e a história, para alem de ser real, está muito bem escrita. Claro que a minha ida aos movies não se ficou por aqui. Ontem fui ver o The Equalizer e, meus senhores, que FILME FANTÁSTICO. A história… eu não vou revelar-vos da história porque estraga as surpresas reservadas para a 2ª parte do filme. Digo só que os atores são fabulosos e todo o ambiente do filme está muito bem construído.

Lembram-se que disse que não estava a ouvir música? Pois bem, a que agora toca é a Nightcall dos London Grammar que descobri pelo fantástico comercial que também aqui vos deixo!

Desfrutem desse belo som que eu vou fechar os olhos e ouvir a chuva chicotear as janelas…

Boa noite ^^

“Mãe!!!! O Miguel cantou a canção de abertura!”

Publicado em

Tenho a certeza absoluta de que ao lerem o título se lembraram da música de abertura dos desenhos animados da Disney – Phineas e Ferb!

E porque me fui lembrar disto? Porque eu vivo um grande drama com o meu irmão, o Miguel, em que ele fazer o que eu mando é algo bastante raro e, tal como nos desenhos animados, existe sempre uma enorme vontade em dizermos à nossa mãe ou pai algo que os nossos irmãos estão a fazer. É algo que nos causa, inexplicavelmente, algum divertimento (e que depois pagamos na mesma).

O meu irmão chega a casa e vai jogar para a consola. Eu, depois de ralhar com ele pela milésima vez, em que lhe digo para ele ir estudar (que é algo que não faz mas tira boas notas na mesma, o que me deixa wtf), vai para o tablet. Se pensem que o drama acabou, nem vos vou falar dos jogos no telemóvel. Mas vejam bem isto! É que só me dizem para eu lhe dizer para estudar. Pensam que ele me ouve, mas olhem que, surpreendemente, isso até acontece, mas são tão poucas as vezes que dá para este ciclo ser recomeçado todo o santo dia.

Mas pronto, os irmãos são sempre assim não é? Trazem caos quando chegam, estragando o nosso mundo de príncipes onde, com isso, aprendemos a partilhar, a amar e a defender o nosso próprio sangue. Os irmãos são assim e isto tudo é algo que faz parte da vida. As brigas são algo que agora não são já tão frequentes. É nestas idades que aparece a cumplicidade e a união para pedirmos alguma coisa aos nossos pais. As brincadeiras começam já também a subir de nível e os gostos unem-nos (e falo especificamente de Walking Dead, porque ele continua a preferir os iPhones do que os Xperia, mas pronto ahaha).

Irmãos… o que seríamos sem eles?

A Banda Sonora do Estudante

Publicado em Atualizado em

Eu quando escrevi banda sonora era só para chamar a vossa atenção porque, na verdade, é apenas uma música. Mas, meus amigos, é uma música que vale por todos, acreditem!

Ela traduz exatamente tudo aquilo que nós, estudantes, sentimos em altura de testes/exames. Deixo-vos com ela e a letra:

 

Letra:

I do not own this video, Give credits to the one who posted in 9GAG!!

Lyrics:
The clock ticks by too fast this time
Not a moment to be lost
A sack of books around me
And it looks like it’s the day
Finals are coming and we all must try our best
But I’ve given up I’ll just swing that test

No fun today, no fun at all
no more talking on the telephone
read this, write that and learn it all
Can’t learn it all
Fuck it all, fuck it all
Can’t study this anymore
Fuck it all, fuck it all
All my classes are a bore
I don’t care If I fail this test
Let my mom rage on…
My grades never bothered me anyway

Fuck it all fuck it all
Don’t give a shit anymore
Fuck it all fuck it all
Flip that table screw you all
I don’t take this bullshit anymore
I don’t give a fuck!
My grades never bothered me anyway

♫ Vocals, SFX and Mix: DrunkenSchokomuffin

 

E se as raparigas nos bailes fossem rapazes?

Publicado em

Eu só de pensar na ideia fico de olhos em bico, mas tentem lá imaginar tudo aquilo que acontece num típico baile de final de curso que se vê nas séries americanas. Estão a imaginar, não estão? É basicamente tudo o que não temos cá em Portugal… Mas bem, imaginem agora que os papeis de rapaz e rapariga eram invertidos…

Eu estava no Youtube e foi daqueles momentos em que não faço ideia como descobri o vídeo, mas partilho convosco esta suposta “inversão” de papéis 😀

Dá para rir…

Sabes a Origem do “papel de parede” do Windows XP? (c/vídeo)

Publicado em Atualizado em

Tal como diz a notícia e muito bem, deve ser das imagens mais conhecidas. Mas quantos de nós sabemos da sua história?

default_800x600

A imagem/o papel de parede é uma fotografia que foi tirada em 1996 por um fotógrafo da National Geographic.

Chama-se “bliss” e até há pouco tempo muitos acreditavam que seria uma montagem ou uma imagem criada em computador. Mas o “wallpaper” do Windows XP é uma fotografia e foi tirada em 1996 por um fotógrafo da National Geographic.

De acordo com Chuck O’Rear, não houve manipulação da fotografia, que explica que a foto foi feita na região de Napa Valley, no norte de São Francisco, Califórnia, em janeiro de 1996, altura em que, por ser Inverno, a relva fica mais verde e o céu mais claro e azulado.

O fotógrafo estava na estrada Highway 12 e conta que ia visitar a namorada de então, quando se deparou com um cenário perfeito de paisagem e iluminação. Encostou o carro, montou o tripé e capturou quatro imagens semelhantes no local.

 

video

E desta, sabiam?

Fonte da Notícia: TSF

Disney Lançou Versão de 25 línguas da música “Let it Go” de Frozen

Publicado em Atualizado em

Eu achei tão fantástico que quis logo vir aqui partilhar com vocês!

A música é do novo filme de animação e nomeado para os Oscares: Frozen. A música original é interpretada pela Demi Lovato mas a Disney lançou a mesma música em 25 línguas. Todas juntas!

Versões Originais:

25 Línguas

pt

Ouve a versão PT-PT na integra:

#PlanetEarthIsYou – Um Vídeo Que Todo o Ser Humano Deveria Ver

Publicado em

Listen to me, please. You’re like me, a homo sapiens, a wise human. Life, a

miracle in the universe, appeared around 4 billion years ago. And we humans

only 200,000 years ago. Yet we have succeeded in disrupting the balance so

essential to life. Listen carefully to this extraordinary story, which is yours, and

decide what you want to do with it.

Se existe coisa por qual gosto de falar e ver é sobre o sítio onde tu estás neste momento. Não, não é um sítio, é mais que isso. E não, não é a tua casa, mas é onde ela está assente. Pergunto-me se já pensaste onde estás. A sério! Já pensaste verdadeiramente onde estás ou é completamente irrelevante?

Nos dias de hoje, se há coisa que não vemos é falar sobre o planeta que nos acolhe e em que tivemos a sorte de nos “acolher”. E o que é que fazemos com ele? Qual o agradecimento que damos à nossa verdadeira” casa”? Eu sei a resposta: é destruição, É destruição, guerras, poluição, desrespeito pela vida florestal e animal e, tudo isto, para satisfazer os caprichos daquele que é o ser mais inteligente à superfície da Terra: o ser-humano. Pois bem, muito sinceramente, de inteligência não temos nada quando caminhamos sobre “a nossa casa” como “baratas tontas”, destruindo tudo aquilo que nos é dado e sem dar valor a elas.

Aqui está um vídeo que vi (obrigado Facebook por existires e conseguires espalhar a palavra), e que todos nós deveríamos ver e pensar realmente. Eu sei que, nestes casos, palavras não fazem nada, mas sim as ações, e uma delas é começar por tomar consciência daquilo que “estamos” a fazer, à nossa casa, Ao nosso planeta. Ao Planeta Terra:

 

O documentário HOME que todos nós deveríamos ver:

Listen to me, please. You’re like me, a homo sapiens, a wise human. Life, a
miracle in the universe, appeared around 4 billion years ago. And we humans
only 200,000 years ago. Yet we have succeeded in disrupting the balance so
essential to life. Listen carefully to this extraordinary story, which is yours, and
decide what you want to do with it.

Teaser-Trailer: “Black Heart – Coração Negro”

Publicado em Atualizado em

Fez já 1 ano desde que abandonei o mundo das séries usando o jogo de simulação da vida (“real”) – Sims 3 -, pelo tempo que me tomava, estando eu ainda mais, na altura, a escrever O Bater do Coração.
Os meus seguidores, apesar de não terem lá gostado muito hehe, compreenderam, e, mais de um ano depois vos venho dar, não só a eles, mas também a vocês, esta pequena história que foi escrita em conjunto com uma amiga minha – Inês Frazão – que foi o centro de todas as ideias e história da série!
Podem espreitar um pequeno teaser que lancei do trailer que sairá mais logo! 😀

Captura de Ecrã (60)

https://blackheartcoracaonegro.wordpress.com

O Ano de 2013 pela Google

Publicado em

O que acham de ver uma retrospetiva do ano que está quase a terminar pela gigante dos motores de busca?

Captura de Ecrã (39)