casamento

Um Casamento Diferente

Publicado em Atualizado em

2012-08-12 15.10.532012-08-12 15.35.272012-08-12 15.36.03

Bem, decerto modo penso que todos nós estamos habituados a casamentos em que saímos da igreja, esperamos uma hora na igreja por causa da assinatura da papelada e depois vamos para a quinta/restaurante. Á noite, habituados a ter no final um copo de água cheio de comida! Mas bem, foi exatamente oposto!

Vejamos bem:

Eu, Diogo, fiquei em conjunto com os meus primos na mesa Kizomba. Parte deles eu não os via á anos pelo que tema de conversa era só com a ala esquerda da minha mesa e até que foi divertido. Mas vamos ao que interessa: a comida.

Começamos com entradas em estilo copo-de-água ás 15h da tarde (vejam bem) e por volta das 16 entramos para almoço.

2012-08-12 18.02.312012-08-12 20.28.56

2012-08-12 19.39.19

Sopa de peixe, canja, bacalhau e gelado o qual comi dois. Aquela porcaria era mesmo boa: limão, e eu que odeio limão, Mas com este ódio comi 2. A minha prima da mesa lá do fundo (sim, lá do fundo) veio trazer-me o dela e o meu irmão veio atrás. Mas… eu rapidamente resolvi o problema, Fui á mesa ao lado e entreguei á minha prima que aceitou de bom grado o 2º! É a crise! Não podemos desperdiçar comida não é? Tá´claro!

Ás oito da noite veio o leitão! Apesar de as pessoas andarem todas em pé devido a uma má organização está claro! Mas no meio de tanto levantar e sentar o meu primo ainda caiu depois de ter estado ao telemóvel e ficou com um penso enorme no nariz e na bochecha fazendo com que não parássemos de rir com a parecença a um filme de terror.  A única coisa que eu queria era o meu copo-de-água mas isso não veio.

No final, uma coisa completamente original fez-me mudar de opinião: os noivos e alguns dos seus amigos começaram a dançar com coreografia e tudo! Apenas filmei uma parte até porque o meu telemóvel me traiu com a bateria… mas vejamos.

Depois disto foi a vez de cortar o bolo da noiva merecedor das minhas 3 fatias! Ui! Delicioso! Até trazia para vocês mas penso que não durava a viagem!

DSC_0667[1]

O que eu sei é que era uma quinta lindíssimo e rimo-nos muito em família que é o necessário nos dias de hoje! Mas nunca, mas nunca me vou esquecer desta tremenda aventura deste casamento!

Aventura no Casamento – A história de como todos chegamos atrasados!

A aventura no casamento

Publicado em

Bem, ter casamentos é uma coisa que eu adoro especialmente pela comida mas também claro pelo reencontro em família. Mas este revelou-se algo de bastante complicado e de muitas dores de cabeça (e de barriga pelo atraso do pequeno-almoço). Eu bem achei estranho a minha mãe ligar ter ligado o megafone tão cedo para nos acordamos nas dou graças a ela o ver feito pois tivemos nada mais nada menos que mais que uma hora para encontrar o caminho para o precioso casamento. O que se pensava ser uma tarefa fácil foi exatamente o contrário. Dado que as indicações estavam dadas em placas era fácil seguir pelo menos o nome do noivo:Patrick. Mas por alma de quem iríamos nos adivinhar que 2 Patricks se iriam casar no mesmo dia. O pai da noiva bem foi ter connosco para nos indicar o parque de estacionamento nas bem:- epá, este não é o nosso casamento, desculpe lá. Já impacientes, tentamos procurar novas placas que nos levaram a um novo casamento! Mas não era o nosso! Por fim, depois de um grupo simpático de habitantes nos ter dado indicações acertadas para o casamento que até do nome já dá noiva sabiam, lá chegamos. Estacionado e carro ao pé de um cavalo!!!

image

Coisas que dão Trabalho

Publicado em

Bem, em dias como estes – de casamento – temos sempre que mudar o nosso vestuário. Por mim ia de qualquer maneira mas bem que mudei os atacadores das minhas sapatilhas…. Enfim. Primeiro olhamos para os dois modelos fixamente e depois… Ao ataque!!! Tiramos tudo de uma vez e quando vamos a ver ficamos meia hora numa de “agora este vai para ali, agaora para baixo, e novamente para ali” e estamos com 15 minutos num pé. No fim já só sabe bem o conforto das nossas sapatilhas.

image

image