furacão

Tornado no Algarve

Publicado em Atualizado em

Vou passar à notícia sendo que depois coloco as fotos que encontrei na galeria da TVI 24, que estão a ser atualizadas pelas pessoas que enviam as suas fotos e vídeos para a redação:

Registado um tornado no Algarve

Rajadas de vento forte terão danificado casas e derrubado árvores e sinais de trânsito em Silves, Carvoeiro, Lagoa e Armação de Pêra

Um tornado atingiu ao final da manhã de hoje Silves, Carvoeiro, Lagoa e Armação de Pêra.
Fonte dos bombeiros disse à TVI24 que há casas danificadas – não se sabe ainda se devolutas ou habitadas – assim como árvores caídas e sinais de trânsito arrancados.
A prioridade das autoridades neste momento é determinar se há vítimas.
Fonte da autarquia adiantou à Lusa, os ventos causaram estragos sobretudo nas zonas sul e oeste da cidade que ainda estão a ser apurados. Na estrada nacional 125, junto à entrada para Lagoa, a agência Lusa constatou existirem árvores, placas de trânsito e outdoors publicitários derrubados, além de telhados danificados.
O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro confirmou à Lusa a ocorrência de vento forte em Silves e em Lagoa, mas remeteu mais informação para mais tarde.
Fonte do comando de Faro da GNR adiantou que o fenómeno meteorológico, «do tipo tornado», provocou prejuízos de «valor elevado».
Segundo a mesma fonte, «existem telhados de várias residências arrancados, diversas quedas de árvores e carros arrastados pela via».
Também hoje de manhã, em Albufeira, o mau tempo causou inundações na via pública, alagando casas e lojas da cidade, mas a situação já está regularizada.
Se tiver imagens envie para euvi@tvi.pt.

 

Aqui ficam as fotos, como esta notícia é ainda recente, logo terei mais informações para vocês e novas fotos:

1374287913742880137428811374288313742884137428871374288813742892

Anúncios

More #Photos– #Sandy

Publicado em Atualizado em

212223242526272829211212213460x

Fonte

Claro que são só palavras, mas o apoio moral para os habitantes dos Estados Unidos

#Photos– #Sandy

Publicado em Atualizado em

Retirei da galeria do jornal público, 9 das fotografias que achei por bem aqui partilhar para irmos tendo uma visão do furacão Sandy. No total, são 27 fotografias que poderão ser vistas aqui

CapturarCapturar2Capturar3Capturar4Capturar5Capturar6Capturar7Capturar8Capturar9

Como amanhã tenho teste a Psicologia e vou a Lisboa vou tentar manter-vos atualizados por publicações usando a aplicação do WordPress para o Android que para quem usar este sistema operativo, pode baixar aqui.

(Se tiverem imagens retiradas das redes sociais não hesitem em mandar-me em comentário indicado o vosso endereço de e-mail sem qq problema visto que os comentários terão que ser aprovados logo não ficarão com os vossos endereços à vista de todos.

#Sandy – EUA

Publicado em Atualizado em

Penso que todos estamos ao corrente dos desenvolvimentos relativamente ao furacão Sandy. Infelizmente não aqui posso colocar todas as notícias. Contudo, coloco uma atual, acabada de sair pelo jornal Público:

Tempestade Sandy

Obama declara estado de “grande calamidade” em Nova Iorque e New Jersey

Sandy, uma das tempestades mais intensas a atingir os Estados Unidos, paralisou grande parte da costa atlântica americana durante a tarde e a noite de segunda-feira, provocando inundações históricas do Connecticut a New Jersey e deixando mais de cinco milhões de pessoas sem energia eléctrica em dez estados, incluindo toda a área de Manhattan abaixo da Rua 39.

Com vídeo

Pelo menos 16 pessoas morreram em resultado da tempestade, segundo a Associated Press, algumas delas atingidas pela queda de árvores.
O Presidente Barack Obama declarou entretanto o estado de “grande calamidade” no estado de Nova Iorque e em New Jersey. Esta decisão “disponibiliza os fundos federais para as pessoas afectadas nos condados de Bronx, Kings, Nassau, Nova Iorque, Richmond, Suffolk e Queens”, explica a Casa Branca num comunicado.
As áreas costeiras de New Jersey e a cidade de Nova Iorque foram particularmente fustigadas pelas chuvas e fortes rajadas de vento. Meio milhão de pessoas em áreas potencialmente em risco receberam ordens de retirada por parte das autoridades locais na segunda-feira, incluindo quase 400 mil residentes na cidade de Nova Iorque.
No bairro de Queens, em Nova Iorque, 50 casas junto à costa foram completamente destruídas num enorme incêndio que ainda estava a ser combatido por centenas de bombeiros ao início da madrugada.
O nível das águas em Battery Park, na ponta sul de Manhattan, de onde saem os barcos para a Estátua da Liberdade, registou uma altura de 4,2 metros, batendo recordes anteriores. As águas galgaram as barreiras protectoras no centro financeiro de Nova Iorque, deixando alguns carros a flutuar na corrente, segundo o The New York Times.
Por volta da meia noite (5 da manhã em Lisboa), os níveis da água começaram a baixar, segundo o mayor de Nova Iorque, Michael Bloomberg. No seu site referiu que na zona de Battery Park a água já tinha baixado para os 3 metros de altura. Com 500 mil pessoas às escuras na zona sul de Manhattan, a empresa distribuidora de electricidade Con Edison, faz saber em comunicado que será necessário “uma semana” para que a electricidade seja redistribuída em toda a cidade.
As cidades de Moonachie, Little Ferry e Carlstadt foram nesta terça-feira inundadas com água até 1,5 metros de altura depois de ter rebentado um dique no norte de New Jersey. As três cidades estão devastadas mas não há por enquanto registo de vítimas, segundo as autoridades locais, citadas pela Reuters.
Túneis do metro foram inundados por água salgada, o que pode vir a complicar a reabertura do sistema de transportes públicos mais populoso dos Estados Unidos, e que se encontra encerrado desde domingo à noite. “O sistema de Metro da Cidade de Nova Iorque tem 108 anos e nunca enfrentou um desastre tão devastador como este”, disse em comunicado o presidente da empresa Joseph J. Lhota. Túneis rodoviários que ligam Manhattan a Queens e a Brooklyn também foram inundados, mas tinham sido fechados ao trânsito horas antes.
Os fotógrafos registaram uma imagem rara de Nova Iorque ontem à noite: à excepção do Empire State Building, um ícone da cidade, e da torre mais alta do novo World Trade Center, todo o horizonte de Manhattan estava às escuras.
Uma grua de um arranha-céus luxuoso em construção próximo do Central Park, quebrou devido aos ventos fortes e parte da estrutura ficou suspensa sobre a rua, 74 pisos acima do solo, o que obrigou as autoridades a evacuar a área. A tempestade também arrancou a fachada de um edifício de três andares no bairro de Chelsea, sem causar vítimas.

Para continuarem a ler, a página 2 basta carregar aqui e serão redirecionados para a página em falta

Vou continuar a acompanhar com fotografias e tudo o que for disponibilizado online para vos manter informado!