namoro

SOCORRO! #1

Publicado em

Por Andreia Firmino

O MEU NAMORADO É UM LADRÃO

Está uma pessoa nas aulas, a tentar manter-se atenta e a morrer de calor, quando recebe uma mensagem que diz “Tenho o teu pin da color run”. É o quê? Como assim o meu pin da color run? Queres ver que o rapaz foi comprar o pin depois de eu lhe dizer que queria um, mas não tinha levado dinheiro? Bem, a conversa desenrolou-se…

“- O quê?

– O teu pin da color run

– Ham? (respondi ainda sem perceber a história)

– Aquele preto com letras às cores…

– Mas como é que o tens??

– Roubei-to”

Pois… Roubou-mo! Ouviram bem? ROUBOU-MO! Eu que ainda acreditei no lado dele de bom namorado que me tinha comprado o pin (QUE INGÉNUA QUE FUI) , fui bem enganada por um namorado ladrão. A desculpa dele foi “pus no bolso e tu estavas a olhar para mim, pensei que tinhas visto”, mas é óbvio que se tivesse visto não permitia tal assalto. Andou uma pessoa a pedir dinheiro às amigas para comprar o pin e depois ele vai assim, num bolso alheio.

Com isto, caras amigas, não se deixem levar pelo ar de anjo dos vossos namorados! Mais cedo ou mais tarde são surpreendidas pelo príncipe que se revela um dos 40 ladrões do Ali Baba.

 

Diário de um #Universitário (14 a 16 de Outubro de 2014) – E outros pontos…

Publicado em

Terça-feira, 14 de Outubro de 2014

Terça-feira… aquele dia quem teríamos manhã livre se ela não tivesse sido mudada por a professor não poder às quartas de manhã. A aula, surpreendentemente, passou-se lindamente em que estivemos a analisar a cartão aberta ao Caloiro que, se ainda não leste, acho que o deves fazer AQUI.

As aulas da parte da tarde passaram-se bastante bem, sendo que as selfies dominaram o intervalo da aula de Introdução à Economia em que aproveitamos para provocar os do nosso curso do 2º ano. Claro que eles, influenciados por esta nova geração, não resistiram em fazer o mesmo connosco.

Neste dia havia praxe, uma super engraçada que envolvia espuma de barbear, mas, infelizmente, o meu peito asmático não me deixou comparecer… acreditem que eu queria, mas este tempo dá cabo de mim, e saber que para a semana o calor volta, dá-me vontade de atirar da ponte. Sendo assim, não fui, aproveitando a ocasião para ir comprar os bilhetes para aquela viagem que vos falei ^^ (não vou sair do país, estejam descasados :p)

Quarta-feira, 15 de Outubro de 2014

Às quartas é quando agora começamos a entrar às 14h e bem que nós gostamos (já agora, a frase marcadora, que passou das praxes para as nossas vidas é:  “Ai eu gosto tanto”).

A aula, única, passou com a sua naturalidade se bem que, a surpresa estava para vir depois com a RGB!, ou seja: praxe. Não sabíamos o que se ia passar… Todos os cursos da escola ficaram em fila indiana, até que fomos entrando para o auditório em que estava tudo escuro, sendo que a única luz era das velas, na periferia e na mesa no palco, onde estavam os membros do mais alto nível da praxe académica, incluindo a Real D. Dinis.  Não nos sentámos, não! Ficámos antes de joelhos e de olhos no chão a ouvir as praxes coletivas que os cursos tinham para serem apresentadas. Foi engraçado, sim, mas foi bastante cansativo estarmos ao escuro mas, ao fim de uma hora, que também estivemos sentados no chão de madeira, nos sentámos para falarem connosco sobre o traje e tudo o mais. No fim, uma apresentação da tuna da escola que levou a plateia praticamente ao rubro.

Depois disto foi tempo de chegar a casa. Com uma chuva e névoa intensa lá fora, depois de fazer alguns exercícios de MACS, li o que a minha namorada escreveu aqui no blog. Sim! Ela agora escreverá para aqui, tendo já dado as boas vindas bem como um “Olá”. O post em questão é o do famoso jogo do carro amarelo. Eu adorei o que ela lá escreveu, tirando a parte em que quase parece que eu ando a dar cabo dela (isto não parece lá muito bem, mas vocês percebem o que eu quero dizer :p ). Eu sou muito carinhoso com ela e garanto que (um dia) ela vos contará (espero que breve). Jogar o Jogo do Carro Amarelo com rapazes tem sempre daquelas coisas… nós rapazes gostamos de provocar o sexto oposto! É certo e sabido… por isso…a… amor, já sabes que eu só quero o teu bem ❤ !

Quinta-feira, 16 de Outubro de 2014

Estou bastante animado para vos dizer que amanhã irei participar numa ação de voluntariado no dia contra a pobreza. Será realizado em todos os distritos do nosso país. Vamos fazer como que de estátuas vivas com setas a apontar em várias direções, com a mensagem de que a pobreza está um pouco por todo o lado. Vamos também distribuir papéis para sensibilizar as pessoas para esta realidade social. Se quiserem aparecer, será por Leiria, nomeadamente no centro, das 14H às 15H! Será feito um vídeo depois com a junção de todos os distritos. Depois mostro 🙂

Diário de um #Universitário (3 a 7 de Outubro de 2014)

Publicado em

3, 4 e 5 de Outubro de 2014

Meu Deus! O bem que estes dias me fizeram. Vocês não têm ideia das saudades que eu tinha em acordar às horas que quisesse. Claro que fiz algumas coisas, não é? Vi séries, estive com a namorada num ótimo passeio por Leiria (em que tirei fotos com a minha lente – QX10 -, que em breve terá a sua review). Publiquei as fotos das paisagens e isso no meu albúm no Flickr.

Fomos também ao cinema ver o Maze Runner e, devo dizer-vos que adorei por completo. Achei muito bem realizado e com um argumento muito bom. Já me disseram que está também bastante fiel ao livro e, se não fosse por ter uma pilha gigante de livros para ler, também adicionava esta trilogia lá. O filme deixa ainda em aberto inúmeras questões e esse é dos grandes pontos fortes do filme.

Mas atenção! Eu também tive a estudar!!! Ainda foram umas belas horas passadas no meio de apontamentos e mais apontamentos.

6 de Outubro de 2014

Segunda-feira! Dia em que a tortura! Dia em que as aulas só começam às 14H! Eu escrevi tortura mas devo dizer-vos que tanto as aulas como professores são fantásticos. E, prova disso, é ter estado a falar com a professora de Introdução ao Serviço Social – ISS – sobre o meu próximo livro a ser publicado em que tinha algumas dúvidas sobre a um determinado tema. Fui então convidado a assistir a uma palestra de Medicina Legal no próximo mês de Novembro.

Se havia praxe neste dia… pois bem, claro que havia… Mas eu fui? Não! Motivos de força maior levaram a que me fosse impossível estar naquele que, segundo sei/vi/ contaram foi de festa. Foi a praxe do turista. É onde se anda pela cidade a conhecer os principais pontos. Claro que tem muito mais piada se for para pessoas que não vivem cá, em Leiria. Mas resumindo, lá fui eu para casa, todo contente.

Parte desta alegria foi também pela voltou da promoção do cinema a 2€ em que temos de levantar um vale pelo site da Promofans. Claro que eu bem que lá estive até…

7 de Outubro de 2014

… estive até perto da meia noite e meia e nada. Aquilo não parava de dizer que estava esgotado. Mas foi precisamente quando eu saí, (porque a minha melhor amiga me disse) que deu para tirar vales… Por isso, hoje será F5 all night long!

As aulas começaram então às 9:30 com Comunicação em Língua Portuguesa – porque não chegou a disciplina de LP ao longo de mais de uma década. A aula lá passou, vagarosamente, e foi quando a nossa professora recomendou que devíamos ler um livro, que uma colega minha gritou: “-Eu quero é ler O Bater do Coração!”. Foi nesse momento, que a algazarra se intensificou com perguntas a mim se eu tinha mesmo publicado um livro e todas aquelas perguntas que estão na área FAQ do meu blog de autor.

Depois lá se acalmou tudo para a aula continuar a ser lecionada! Tudo ia muito bem até aparecer o nosso coordenador de curso, informar que não teríamos aula à tarde! FESTA TOTAL!

Lá saímos depois, às 12:20, completamente felizes da vida por, no primeiro dia sem praxe, termos o nosso descanso merecido…