viagens

#Londres – Dia 4 – Tower of London, St. Paul´s Cathedral & Natural History Museum

Publicado em Atualizado em

Olá olá a todos!

2013-04-25 21.10.13Vou começar primeiro para vos lembrar dos dias atarefados que tivemos e deveras cansativos! Não acreditam? Pois bem: olhem que neste dia eu, o meu pai, tio, irmão e madrinha e mãe subimos o equivalente a 15 andares. Com mais de 190 degraus… E isto em vez de irmos pelos elevadores – inteligente, não? Enfim, é o amor ao esforço e desporto que nos temos, é que já não bastava termos passado os dias a subir e descer escadas por baixo da cidade londrina.

Neste dia estava mais frio que nos outros, se bem que fomos mais uma vez ao Starbucks onde um chocolate quente me deu novo calor…

2013-04-27 11.10.09

Aí estou eu, cansado e pronto a beber o chocolate quente num dos diversos, se não milhares, de Starbucks que encontram na cidade – coisa maravilhosa é que todos eles têm wi-fi grátis. Já vira??? (um aspeto que vou abordar na reflexão final da viagem).

Sairemos agora do café e encaremos a paisagem fantástica da ponte de Londres e arredores:

DSC06753DSC06766DSC06770DSC06772DSC06773

DSC06801

Leia o resto deste artigo »

#Londres – Dia 1 E 2

Publicado em Atualizado em

Olá olá, bem sei que ja vou no terceiro dia da viagem mas deixem contar como foi o dia de ontem é o de quarta.

Quarta-feira foi bastante cansativa a nossa visita ao aeroporto de Lisboa que tem tantos pontos de controlo ou mais que o aeroporto do Porto. Se me perguntarem os quilômetros que andamos lá dentro em passadeiras e o número de vezes que mostramos o cartão de cidadão então adeus porque só nos víamos para a semana.

image

Das únicas coisas más que tivemos foi o facto de os aviões da TAP terem lugares marcados pelo que ficamos todos separados. O jantar foi fantástico e se forem viajar vão com a TAP porque não se vão arrepender. De qq das maneiras o verdadeiro problema veio com a descida que sabem, nos costuma fazer doer os ouvidos? Pois bem, desta vez os ouvidos foram poupados e doeu antes a cabeça e pescoço. Tal nunca me tinha acontecido. Foi mesmo horrível.

Fora disso, chegamos a Londres depois de termos que esperar 10 minutos no ar decido ao tráfico aéreo que estava àquela hora.  Fomos recebidos no aeroporto com um homem com uma placa à com o nome do meu pai e lá nos trouxeram para o hotel. Se fomos jantar depois? Bem… Era meia-noite quando entramos no burger king e com muita sorte porque aqui fecha tudo muito cedo.

image

Dia 2:
Lavar as mãos no nosso lavatório do tamanho de uma mão é uma tarefa penosa em que mais vale tomar banho que lavar a cara.
Tivemos sorte de aqui no hotel nos mudarem de quarto por sermos 4 e bem que hoje lá se dormir. Pena foi o calor.
Portugueses é coisa que aqui não falta. No hotel são dois e foi nesta troca de quartos que:
– Are you from Portugal?
-Yes.
– Eu também.
Existe ainda outro e outro na loja Adidas da Oxford Street .
Como tal, ontem foi dia de começamos a ir a Oxford street depois de percorrermos o extenso  Hyde park e bem que lá chegamos de muitas de muitas fotos e muitas aspirações com a beleza desta zona de Londres.

image

Autocarros é coisa que, nesta cidade, se vêem aos momentos e para quem diz que os britânicos são antipáticos que tirem o cavalinho da chuva porque isso é uma grande mentira.

A parte da tarde fomos para os estúdios  da Warner Bros para vermos o making of Harry Potter depois de andarmos a explorar o underground londrino pelos metros e comboios que apanhamos sempre a hora certa para, no fim, desfrutamos de uma entrada fantástica no mundo mágico de Harry Potter em que, tenho que confessar , tive dificuldade em manter as lágrimas por ver aquilo que foram 10 anos da minha vida à minha frente.

image

Malta, como isto está a ficar muito grande e estou no smartphone pelo que peço desculpa eventuais erros, amanhã publico as continuações 🙂

+Ciência–Viagens a Marte

Publicado em

Quem quer ir a Marte? Quem tem curiosidade, que tem criatividade e capacidade de confiar em terceiros? Bem… se tiverem podem inscrever-se!

Missão Marte One procura candidatos para viagem só de ida

Todos os maiores de 18 anos podem participar. Só há um senão: a viagem será apenas de ida

Se tem o espírito aventureiro, se o seu sonho sempre foi ser astronauta, se não esconde o desejo de conhecer outros planetas, então esta é uma missão à sua medida. A Mars One, uma organização não governamental com sede na Holanda, está a recrutar candidatos para o colonato que pretende estabelecer no planeta vermelho até 2023. E a semana passada divulgou os requisitos para todos os que quiserem participar. Só há um senão: a viagem é apenas de ida. 

São cinco as principais caraterísticas que os candidatos a exploradores de Marte devem ter. Resiliência é uma delas, a que se junta a adaptabilidade, curiosidade, capacidade de confiar em terceiros e criatividade. As candidaturas estão abertas a pessoas de todos os países, com mais de 18 anos.

Leia o resto deste artigo »